Só mais um site WordPress

Dicas para crescer e manter a barba

22/08/2016

cuidando da barbaA barba é um símbolo histórico de poder que desde Abraham Lincoln até Chuck Norris, vem representando personalidade e originalidade. Muitos homens atualmente querem usar barba, mas não tem paciência para esperá-la crescer ou não sabem como manter.

Neste artigo vamos dar algumas dicas para ajudar você a solucionar esses problemas.
1. Faça uma dieta rica em proteínas.
2. Beba pelo menos oito copos de água por dia de forma intercalada, ou seja, um copo por vez de tempo em tempo.
3. Não é fácil, mas evitar o estresse é muito importante, pois ele é um dos principais causadores da perda de cabelo, e acredito eu que você não vai querer ter preocupações futuras em ter que aprender a como acabar com a queda de cabelo.
4. Durma bastante, pois o sono ajuda a estabilizar o nosso organismo.

Explore todos os visuais da sua barba durante o crescimento

Muitos homens não aguentam esperar a barba crescer, e por isso acabam raspando a barba antes mesmo de ver algum resultado.

Não desanime! É natural demorar alguns dias ou até semanas para a barba atingir o ponto que você deseja, porém até ela chegar nesse estágio você pode experimentar vários estilos de acabamento de acordo com o tamanho da sua barba.

Isso ajuda você a não desanimar e ter sempre um novo visual.

Cuide bem da sua barba e não esqueça de aparar

Não é porque a sua barba não cresceu o suficiente ou já cresceu muito que é desnecessário mantê-la aparada.

Aparar a barba é ótimo pois os pelos crescem de forma linear e mais rápida. Melhora a estética da sua barba, mantêm você animado com o fato de usá-la.

Se você parar de cuidar da barba a tendência é que ela fique feia e você enjoe.

Esse vídeo abaixo, ensina alguns truques na hora de aparar a sua barba.

Seguindo esses passos você terá uma barba bonita e bem tratada!

Veja quais cuidados você deve ter na praia para aproveitar melhor o verão

21/08/2016

Verão chegando….

Música do nosso querido Marcos Valle, que já anuncia a estação do ano mais querida do povo brasileiro. O Sol combina perfeitamente com a praia, o lazer predileto para quem gosta de curtir as férias nessa querida estação do ano.

Porém, é necessário que tomemos alguns cuidados nesta época do ano, pois os riscos de contaminação na praia aumentam consideravelmente, tal fato ocorre devido ao aumento de temperatura e o número maior de banhistas.

verão na praia

A fim de evitar uma doença de pele, intoxicação alimentar ou problemas gastrointestinais, vamos relatar alguns cuidados a serem tomados.

De preferência ao consumo de alimentos industrializados ou que passaram por alta temperatura.

Por exemplo, coma o milho mas evite passar manteiga, pois ela fica exposta ao calor, sendo um produto que requer uma refrigeração.

Uma excelente opção é o picolé que já vem embalado e refrigerado.

O pastel mesmo sendo gorduroso, ele é frito, este ato mata vírus e bactérias. O principal cuidado é quanto a origem do alimento, bem como a sua manipulação.

Outro alimento que faz o maior sucesso nas areias, é o queijo coalho, portanto deve ser evitado, pois pelo fato de ser assado na brasa esse aquecimento é superficial, tal fato não garante o fim das bactérias.

Bebidas que levam leite também devem ser banidas do cardápio praiano. Tenha atenção no momento da compra de água, verifique se a garrafa está completamente lacrada.

O mais indicado para que seja evitado a contaminação, é levar o seu petisco para praia no isopor ou em bolsa térmica. Além de garantir uma maior economia, você conhece a procedência.

Algumas boas opções são biscoitos polvilho, frutas, amendoim e vegetais e lógico a água, pois ela evita a desidratação.

leve seu lanche na praia

Outro cuidado básico, mas muito importante é no momento da caminhada pela areia, deve-se tomar cuidado olhe sempre para o chão, isso faz com que evite pisar em cacos de vidro, fezes de animais e lixos variados.

As crianças merecem cuidados especiais, as menores de dois anos não devem ficar expostas ao sol entre 10 e 16h, mesmo que seja na sombra do guarda-sol, e jamais esqueça do protetor solar. Na hora do banho de mar deve estar sempre acompanhada por um maior.

As mulheres especialmente devem se atentar, pois caso passem horas na praia ou na piscina, troque sempre a parte de baixo da roupa de banho quando for embora. Assim você evita o contato prolongado com o biquíni molhado, que é úmido e justo.

Este fator é de muita importância para que seja evitada a candidíase, doença muito comum entre as mulheres no verão.

Devido a isso, muitas mulheres estão procurando saber cada vez mais detalhes de como acabar de vez com a candidíase.

Desejo que aproveite bastante o verão!

Conheça os Principais Benefícios do Pilates na Terceira Idade

15/08/2016

Dores, fraqueza e perda de massa muscular são comuns na terceira idade. Por isso, é preciso manter o corpo ativo para diminuir o aparecimento desses sintomas, e o pilates é superindicado para o público acima de 60 anos.

Comparado com outros tipos de exercício, o pilates é indicado para terceira idade por não ser uma atividade física de forte impacto.

Os movimentos são suaves e harmoniosos, por isso, se adaptam às limitações que podem surgir com a idade.

A respiração é a base para toda exercício do método, melhorando a ventilação pulmonar, a circulação e a oxigenação do sangue e consequentemente, o funcionamento do cérebro.

O pilates dá ênfase no fortalecimento muscular, resistência e intensidade dos movimentos e os exercícios são realizados com concentração, movimentos controlados e suaves, sempre com o trabalho respiratório.

benefícios do pilates na terceira idade

Esses princípios são usados em todas as aulas, independente de serem para idosos ou pessoas mais jovens. A diferença está na escolha dos exercícios e na adaptação deles, e o conhecimento das patologias próprias dessa faixa etária suas consequências e contraindicações.

Independente da idade, antes de iniciar as aulas, o aluno é avaliado para que a escolha do repertório de exercícios seja voltada às suas necessidades.

Para a terceira idade, normalmente é elaborado um programa com foco nas necessidades desta faixa etária. Exercícios que estimulem a melhoria do equilíbrio corporal, coordenação e marcha, contribuindo também com a prevenção de quedas.

Além disso, eles fortalecem a região do core, que no pilates é chamado de “Power House”, músculos responsáveis pela estabilidade do tronco e sustentação da coluna.

Consulte um médico

Antes de começar a praticar qualquer atividade física, é necessário consultar um médico para checar as limitações e restrições de cada um, independentemente da idade.

Com o passar dos anos, é normal ter problemas ósseos e perda de massa muscular, diminuindo o equilíbrio e a flexibilidade.

Por isso, é importante que o instrutor apliques exercícios respeitando os limites do corpo do aluno. Com o tempo, essas limitações físicas do idoso diminuem e com certeza melhora muito sua qualidade de vida.

Em relação a frequência da prática de exercício, não existe uma regra, mas é preciso ter orientação médica para saber qual é a medida certa para cada um.

Geralmente as aulas tem a duração de 50 minutos a uma hora e podem ser realizadas de duas a três vezes por semana. Porém, mais uma vez é importante passar por uma consulta médica prévia e conversar com o instrutor para definir a frequência adequada a suas necessidades e limitações.

Não tenha medo

É comum quando se chega nessa fase da vida não querer praticar nenhum tipo de exercício pelo receio de se machucar ou cair, uma dica valiosa em relação a isso, é um dos principais benefícios que o exercício traz, que é a melhora da autoestima, pois uma vez que a pessoa consegue realizar uma série de exercícios físicos e movimentos que até então não se julgava capaz, sente-se confiante e realizada.

Então, uma vez seguidas todas as precauções, a atividade física só tem benefícios a trazer para o praticante e vão muito além dos físicos.

Veja agora 8 benefícios do pilates:

  • Melhora o equilíbrio
  • Diminui o risco de queda
  • Melhora a circulação sanguínea e oxigenação do sangue
  • Faz da respiração um ato de consciência
  • Relaxamento físico e mental
  • Fortalecimento da região do core (músculos responsáveis pela estabilidade do tronco e sustentação da coluna)
  • Maior consciência corporal
  • Flexibilidade