Conheça os Principais Benefícios do Pilates na Terceira Idade

15/08/2016

Dores, fraqueza e perda de massa muscular são comuns na terceira idade. Por isso, é preciso manter o corpo ativo para diminuir o aparecimento desses sintomas, e o pilates é superindicado para o público acima de 60 anos.

Comparado com outros tipos de exercício, o pilates é indicado para terceira idade por não ser uma atividade física de forte impacto.

Os movimentos são suaves e harmoniosos, por isso, se adaptam às limitações que podem surgir com a idade.

A respiração é a base para toda exercício do método, melhorando a ventilação pulmonar, a circulação e a oxigenação do sangue e consequentemente, o funcionamento do cérebro.

O pilates dá ênfase no fortalecimento muscular, resistência e intensidade dos movimentos e os exercícios são realizados com concentração, movimentos controlados e suaves, sempre com o trabalho respiratório.

Ele também funciona com uma ótima forma de como acabar com o estresse definitivamente, pois esta atividade proporciona uma paz interior de grande importânica para todos.

benefícios do pilates na terceira idade

Esses princípios são usados em todas as aulas, independente de serem para idosos ou pessoas mais jovens. A diferença está na escolha dos exercícios e na adaptação deles, e o conhecimento das patologias próprias dessa faixa etária suas consequências e contraindicações.

Independente da idade, antes de iniciar as aulas, o aluno é avaliado para que a escolha do repertório de exercícios seja voltada às suas necessidades.

Para a terceira idade, normalmente é elaborado um programa com foco nas necessidades desta faixa etária. Exercícios que estimulem a melhoria do equilíbrio corporal, coordenação e marcha, contribuindo também com a prevenção de quedas.

Além disso, eles fortalecem a região do core, que no pilates é chamado de “Power House”, músculos responsáveis pela estabilidade do tronco e sustentação da coluna.

Consulte um médico

Antes de começar a praticar qualquer atividade física, é necessário consultar um médico para checar as limitações e restrições de cada um, independentemente da idade.

Com o passar dos anos, é normal ter problemas ósseos e perda de massa muscular, diminuindo o equilíbrio e a flexibilidade.

Por isso, é importante que o instrutor apliques exercícios respeitando os limites do corpo do aluno. Com o tempo, essas limitações físicas do idoso diminuem e com certeza melhora muito sua qualidade de vida.

Em relação a frequência da prática de exercício, não existe uma regra, mas é preciso ter orientação médica para saber qual é a medida certa para cada um.

Geralmente as aulas tem a duração de 50 minutos a uma hora e podem ser realizadas de duas a três vezes por semana. Porém, mais uma vez é importante passar por uma consulta médica prévia e conversar com o instrutor para definir a frequência adequada a suas necessidades e limitações.

Não tenha medo

É comum quando se chega nessa fase da vida não querer praticar nenhum tipo de exercício pelo receio de se machucar ou cair, uma dica valiosa em relação a isso, é um dos principais benefícios que o exercício traz, que é a melhora da autoestima, pois uma vez que a pessoa consegue realizar uma série de exercícios físicos e movimentos que até então não se julgava capaz, sente-se confiante e realizada.

Então, uma vez seguidas todas as precauções, a atividade física só tem benefícios a trazer para o praticante e vão muito além dos físicos.

Veja agora 8 benefícios do pilates:

  • Melhora o equilíbrio
  • Diminui o risco de queda
  • Melhora a circulação sanguínea e oxigenação do sangue
  • Faz da respiração um ato de consciência
  • Relaxamento físico e mental
  • Fortalecimento da região do core (músculos responsáveis pela estabilidade do tronco e sustentação da coluna)
  • Maior consciência corporal
  • Flexibilidade

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *